PUBLICIDADE

Raio X: o que é, quando é indicado e como funciona?

O exame de raio X um procedimento diagnóstico à base de radiação ionizante, podendo ser feito em diferentes partes do corpo

O que é o raio X?

O exame de raio X é um procedimento para diagnóstico médico. Ele é feito usando radiação ionizante, que utiliza os raios X para gerar uma imagem médica (radiografia) de diferentes partes do corpo humano.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, os raios X são radiações eletromagnéticas. Na medida em que atravessam diferentes partes do corpo, sua intensidade sofre atenuação. Quanto mais densa a parte estudada, maior a atenuação.

Desta forma, os ossos, que são partes duras do corpo, atenuam uma grande quantidade de raios X e aparecem mais brancos nos filmes de radiografias. Partes moles, como, gordura, músculos, e vísceras, atenuam poucos raios X e aparecem opacas nas radiografias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outros nomes: Radiografia

História do raio X

A radiografia é exame de imagem mais antigo que existe, seu uso teve início na prática médica em 1895 após a descoberta dos raios X por Wilhelm Conrad Roentgen. Trabalhando com ampola a vácuo, ele descobriu raios que atravessavam vidro e papel e que não eram a luz. O pesquisador fez seu primeiro raio X da mão de sua esposa e verificou que os raios X atravessavam corpos humanos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para que serve o raio X?

O exame de raio X pode ser usado para diversas partes do corpo e com finalidades diagnósticas muito diferentes. Pode ser feita uma radiografia do tórax, dos ossos ou dos seios da face, por exemplo.

"Outros procedimentos que podem ser feitos são os que levam contrastes radiológicos - a base de bário ou iodo - para avaliar as vísceras ocas como esôfago, estômago ou intestino. São formas diferentes de radiografia, para partes diversas do corpo humano", disse Gustavo Meirelles, gestor médico de radiologia do Grupo Fleury.

Como é feito o raio X?

O exame de raio X é feito por um técnico de radiologia e depois analisado por um médico. Há posicionamentos diferentes para realizar o exame, dependendo da região do corpo que é preciso analisar.

"O técnico deve posicionar adequadamente o paciente na mesa de exames e controlar o disparo dos raios X. O tempo de disparo e a intensidade dos raios são determinados de acordo com as densidades das partes do corpo a serem estudadas. Raios em excesso podem gerar radiografias muito opacas. Raios menos intensos do que o indicado podem gerar radiografias muito brancas, dificultando a sua interpretação", indica Gustavo Meirelles.

Quando o raio X é indicado?

A radiografia é indicada em diversas situações, dependendo da parte do corpo que é preciso analisar. A tecnologia de raios X é usada para examinar muitas partes do corpo, como:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ossos e dentes

Peito

Abdômen

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Além disso existem outros exames e procedimentos que usam tecnologia de raio X para diagnosticar ou tratar doenças:

Quando o raio X é contraindicado?

O raio X é contraindicado para pessoas que não podem ser expostas à radiação. Segundo o chefe de radiologia Gustavo Meirelles, existe uma contraindicação clássica que é para gestantes, principalmente em uma fase inicial da gravidez, porque a radiação pode ter efeitos maléficos sobre o feto. Em uma fase mais avançada da gravidez pode ser realizado o exame de raio X, desde que se cubra o abdômen da gestante com uma manta a base de chumbo, evitando que a radiação tenha contato com o bebê.

Qual o preparo do paciente para fazer um exame de raio X?

Para o raio X diagnóstico de pulmão, seios da face ou ossos não é necessário nenhum preparo. Já em radiografias contrastadas podem ser necessários preparos especiais. Se o contraste for feito por via oral, é pedido o jejum e, caso seja um exame para avaliar o intestino, é necessária uma limpeza intestinal, com uma dieta específica para o exame, para que não haja muito resíduo alimentar. Se for contraste na veia - indicado para avaliação dos rins, por exemplo - o paciente também precisa estar em jejum, para reduzir eventuais efeitos colaterais do contraste.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para realização do exame não é necessário levar nenhuma roupa especial. Em geral, o técnico pedirá para que você se desnude na parte do seu corpo que precise de exame. Você pode usar um vestido durante o exame, dependendo da área que está sendo radiografada. Você também pode ser solicitado a remover jóias, óculos e objetos de metal, pois eles podem aparecer em um raio X.

Recomendações pós-exame

Depois de um raio X, você geralmente pode retomar as atividades normais. Raios X de rotina geralmente não têm efeitos colaterais. No entanto, se você receber meio de contraste antes do teste, beba muitos líquidos para ajudar a livrar seu corpo dele.

Ligue para o seu médico se tiver dor, inchaço ou vermelhidão no local da injeção. Pergunte ao seu médico sobre outros sinais e sintomas a serem observados.

Possíveis complicações/riscos

Quando usados ??apropriadamente, os benefícios diagnósticos das radiografias superam significativamente os riscos. As radiografias podem diagnosticar condições possivelmente ameaçadoras à vida, como vasos sanguíneos bloqueados, câncer ósseo e infecções.

No entanto, os raios X produzem radiação ionizante (uma forma de radiação que tem o potencial de prejudicar o tecido vivo). Este é um risco que aumenta com o número de exposições somadas ao longo da vida do indivíduo. No entanto, o risco de desenvolver câncer a partir da exposição à radiação é geralmente pequeno.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em algumas pessoas, a injeção de um meio de contraste pode causar efeitos colaterais como:

O que significa o resultado do exame?

Os raios X são salvos digitalmente em computadores, que podem ser visualizados na tela em poucos minutos. Um radiologista geralmente visualiza e interpreta os resultados e envia um relatório ao seu médico, que então explica os resultados para você. Em caso de emergência, os resultados de raios X podem ser disponibilizados ao seu médico em minutos.

Resultados normais

A imagem da radiografia é em tons de preto e branco, semelhante a um negativo de uma fotografia normal. As sombras em um teste de raio x dependem do grau da radiação absorvida pelo órgão específico baseado em sua composição.

Foto: restyler/shutterstock
Foto: restyler/shutterstock

Estruturas ósseas absorvem a maior parte da radiação e aparecem em branco no filme. Em resultados normais, o médico não verá nenhum osso quebrado ou em estruturas ocas contendo principalmente ar, como os pulmões, normalmente aparecem escuras.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em uma radiografia de tórax normal, a cavidade torácica é delineada de cada lado pelas estruturas ósseas brancas que representam as costelas da parede torácica.

O que significam resultados anormais?

Foto: Puwadol Jaturawutthichai/Shutterstock
Foto: Puwadol Jaturawutthichai/Shutterstock

Muitas anormalidades podem ser detectadas em um teste de radiografia, como câncer, ossos quebrados, irregularidade na estrutura óssea, pneumonia, gastrite, tamanho do coração aumentado, hérnia de disco, aneurisma da aorta e etc. Para diagnóstico, o médico irá avaliar o raio X dependendo dos seus sintomas, por exemplo em casos de tosse frequente, ele irá notar se o exame possui ?manchas? brancas na região do pulmão.

Diferença entre raio X, tomografia e ressonância magnética

O raio X e a tomografia são exames que utilizam radiação ionizante. Podemos dizer que a tomografia computadorizada é uma versão mais sofisticada do exame de raio X comum. A emissão do feixe é a mesma, em ambos os casos são emitidos raios X, mas na tomografia existe um processo computacional que faz a imagem adquirir três dimensões, resultando em imagens com resolução e quantidade de detalhes muito maior.

A ressonância magnética é completamente diferente, pois não usa radiação ionizante. É um exame que se baseia na ressonância magnética de átomos de hidrogênio para realizar a imagem. Por não ter radiação ionizante, pode ser utilizada em mulheres grávidas, inclusive para a análise de bebês.

Quanto custa um exame de raio X?

O preço varia muito de acordo com o local do corpo onde é realizado e com a quantidade de detalhes e informação que se deseja com o exame, podendo variar de 20 á mais de 200 reais. É um exame mais barato ao ser comparado com a tomografia computadorizada e a ressonância magnética.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Referências

(1) Gustavo Meirelles, gestor médico de radiologia do Grupo Fleury

(2) Sociedade Brasileira de Reumatologia. Disponível em:

(3) National Institute of Biomedical Imaging and Bioengineering (NIH). Disponível em: https://www.nibib.nih.gov/science-education/science-topics/x-rays

(4) Mayo Clinic. Disponível em: https://www.mayoclinic.org/tests-procedures/x-ray/about/pac-20395303