PUBLICIDADE

Plasma de argônio: vantagens do tratamento para perder peso

O procedimento é feito como uma endoscopia e dura de 10 a 15 minutos no máximo

Plasma de argônio é uma técnica endoscópica aplicada para várias situações na endoscopia digestiva, como por exemplo, hemostasia (parar sangramentos), dissecção de tumores que obstruem qualquer órgão, cauterização de lesões sangrantes no trato digestivo e também para provocar uma cicatrização ou retração cicatricial em qualquer área do trato digestivo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ele é é usado há muito tempo no Brasil, mas em 2009 foi aplicado para fechamento de anastomose (emendas entre o estômago e o intestino) realizada na cirurgia bariátrica, para buscar o efeito restritivo da cirurgia e evitar o reganho de peso do paciente.

Vantagens da plasma de argônio

O procedimento é bastante seguro, rápido, com baixo índice de complicações, eficaz em mais de 70% das vezes quando o objetivo é fechar a anastomose. É feito por endoscopia, sem anestesia geral.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No que tange o tratamento da obesidade, o plasma de argônio está indicado para aqueles pacientes que realizaram a cirurgia de By pass ou Capella e que após 2 anos ou mais de cirurgia tem reganho de peso. Portanto, ele trata especialmente o reganho de peso em quem fez a cirurgia bariátrica de Bypass.

Contraindicações

Não especificamente pela técnica, mas sim por que ele é destinado apenas a um tipo de cirurgia bariátrica: Bypass. Então qualquer outra cirurgia bariátrica não pode ser aplicado o método. Afora isso, somente se as condições clinicas do paciente permitir a realização de um procedimento endoscópico com sedação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pré-procedimento da plasma de argônio

Normalmente é necessário uma endoscopia para avaliar se o paciente é candidato ao procedimento, se possui anastomose alargada. Exames de coagulação podem ser pedidos para avaliar o perfil de coagulação do paciente.

Procedimento da plasma de argônio

O procedimento é feito como uma endoscopia, onde o endoscopista passa um cateter com duplo lúmen por dentro do endoscópico, indo até a região a ser aplicada. É disparado uma corrente elétrica por um lúmen do cateter e pelo outro lúmen passa o gás argônio e quando ambos se encontram na ponta do cateter, próximo a mucosa, formam um plasma de coagulação que desnatura o tecido aplicado.

Apenas médicos endoscopistas treinados na técnica e se possível com título de especialista na área endoscópica.

Pós-procedimento da plasma de argônio

Após o procedimento é necessário seguir uma dieta adequada prescrita de pelo menos 20 dias, muito parecida com a dieta da bariátrica. É necessário tomar um medicamento para proteção do estômago, como um prazol e medicamentos que ajudem na cicatrização do local que foi aplicado o argônio.

Normalmente o tratamento leva de duas a três sessões para se alcançar o objetivo de fechamento da anastomose para em torno de 1 cm de diâmetro. Após o tratamento completo é sempre necessário associar os tratamentos multidisciplinares com nutricionista e psicólogo para o acompanhamento do paciente no sentido de promover a perda de peso e corrigir os distúrbios alimentares.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Complicações ou riscos

O APC é um tratamento bastante seguro e de baixo índice de complicações importantes. A mais frequente e que ocorre em 1% dos pacientes é o fechamento exagerado da anastomose. Nesse caso teremos que dilatar por endoscopia. Normalmente o paciente não sente dor ou efeitos colaterais após a sessão e pode voltar a trabalhar no dia seguinte. Entre a terceira e quinta semana pode sentir que apertou a passagem e o paciente sentir dificuldade de digestão. Isso melhora logo.

Os resultados do APC têm sido promissores. Vários artigos científicos e estudos clínicos tem demonstrado resultados interessantes. Individualmente é difícil prever o que vai acontecer a título de resultados. Mas estatisticamente tem sido assim: 80% dos pacientes perdem de 70 a 100% do peso reganhado, 10% não perdem peso ou perdem pouco peso e uns 10% perdem até mais do que reganhou. 90% dos pacientes necessitarão de 2 a 3 sessões para o fechamento ideal da anastomose. Uns 10% terão sucesso nesse objetivo já na primeira sessão. Isso depende bastante do diâmetro da anastomose. Vale lembrar que o plasma de argônio não é um tratamento emagrecedor e sim um tratamento que busca uma correção da anatomia cirúrgica para que o efeito restritivo da cirurgia bariátrica, possivelmente perdido com o passar do tempo, seja resgatado. O tratamento não deve ser julgado por cada sessão, e sim pelo tratamento completo.