PUBLICIDADE

Varizes esofágicas: sintomas, tratamentos e causas

O que é Varizes esofágicas?

Varizes esofágicas são veias de calibre aumentado no esôfago, que por sua vez é um órgão em forma de tubo que liga a garganta ao estômago.Varizes esofágicas são veias de calibre aumentado no esôfago, que por sua vez é um órgão em forma de tubo que liga a garganta ao estômago.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As varizes de esôfago podem ser isoladas ou atingir também o estômago. Além disso, elas podem ser de fino ou grosso calibre – a depender da gravidade.

Causas

A cirrose hepática é a causa mais comum. Mas elas podem ser consequentes da esquistossomose, da trombose das veias porta, esplênica ou supra-hepática. Há também episódios de varizes esofágicas de causa desconhecida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sintomas de Varizes esofágicas

As varizes são assintomáticas, só apresentando sintomas quando sangram. Neste caso podem ocorrer:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Diagnóstico de Varizes esofágicas

Habitualmente o diagnóstico de varizes no esôfago é feito através da endoscopia digestiva alta com a visualização direta das varizes.

Tratamento de Varizes esofágicas

Todo paciente que apresente varizes de esôfago deve ser acompanhado regularmente por um médico. As opções de tratamento para o sangramento das varizes ou para a prevenção desta complicação incluem:

Complicações possíveis

A principal complicação é a ruptura das varizes levando ao sangramento, tratando-se de uma emergência médica em que o tratamento precoce é fundamental.

Convivendo/ Prognóstico

O prognóstico depende da causa das varizes, do estágio da cirrose e do tipo de varizes, com uma mortalidade anual em torno de 3% ao ano. No caso do sangramento a mortalidade pode chegar a mais de 30% no primeiro ano. É fundamental o acompanhamento médico de pacientes com varizes de esôfago para manter a doença de base sob controle e tomar as ações necessárias para evitar que as varizes sangrem.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Prevenção

A prevenção é feita evitando as causas de cirrose, entre elas:

É fundamental fazer o tratamento das varizes esofágicas para que não haja o aparecimento novas varizes. Além disso, em certos casos podem estar indicados medicamentos para reduzir o risco de sangramento destes vasos ou mesmo a ligadura elástica das varizes visando a sua erradicação.

Fatores de risco

São os mesmos fatores de risco para a ocorrência de cirrose hepática, como:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os fatores de riscos para a esquistossomose são o contato com água contaminada em lagos ou rios.

Referências

Exames

Através da endoscopia digestiva alta pode ser feito o diagnóstico e, em certos casos, o tratamento. Além disso, podem ser usados outros exames, como a medida do gradiente de pressão venosa hepática, realizada através do cateterismo venoso hepático para avaliar a resposta ao tratamento medicamentoso das varizes de esôfago.

Varizes esofágicas tem cura?

Com o tratamento adequado (medicamentos e procedimentos endoscópicos em casos selecionados) o risco de sangramento é bastante reduzido - ou seja, o paciente vive sem complicações.

У нашей фирмы классный веб портал на тематику купить диплом вуза all-diplomas.com
http://farm-pump-ua.com/

www.agroxy.com