PUBLICIDADE

Isquemia cardíaca: o que é, sintomas, causas e como tratar

Visão Geral

O que é Isquemia cardíaca?

Todos os nossos órgãos têm artérias responsáveis por transportar o sangue, que irriga e nutre todas as partes do nosso corpo. Quando algum dos órgãos não está recebendo sangue suficiente para levar nutrientes a ele, acontece a isquemia. A isquemia pode ocorrer no coração, nos rins ou em qualquer outro órgão.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A isquemia miocárdica, também conhecida como isquemia cardíaca, ocorre quando o fluxo sanguíneo para o coração é reduzido, impedindo que ele receba oxigênio suficiente. O fluxo sanguíneo reduzido é geralmente o resultado de um bloqueio parcial ou total das artérias do seu coração (artérias coronárias).

A condição pode danificar o músculo cardíaco, reduzindo sua capacidade de bombear eficientemente. Um bloqueio súbito e grave de uma artéria coronária pode levar a um ataque cardíaco. Além disso, a isquemia cardíaca também pode causar graves ritmos cardíacos anormais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tipos

Quando o coração começa a receber menos sangue, um dos sintomas é a angina (dor no peito). Esse pode ser então um sinal que está havendo uma isquemia do coração, ou seja, uma artéria pode estar entupida.

A isquemia cardíaca pode ser dividida em diferentes tipos de dor:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Angina estável

A angina estável é a mais comum e uma das mais fáceis de ser percebida. Normalmente ela age de forma regular, ou seja, segue um padrão. A dor intensa ataca quando o coração está trabalhando de maneira mais forte do que o usual e pode ser desencadeada pelo esforço físico e pelo estresse. Esse tipo de angina dura cerca de 3 a 15 minutos.

Angina instável

A angina instável se diferencia dos demais tipos de angina por ser uma dor que acontece repentinamente e se torna pior com o tempo. Ela ocorre sem uma causa específica, por exemplo, a pessoa pode estar dormindo e de repente sentir os sintomas. O agravante é que a angina instável pode levar a um ataque do coração. Por esta razão um ataque de angina deve ser tratado como uma emergência médica e, ao sentir os sintomas, o paciente deve procurar um pronto socorro.

Isquemia silenciosa

A isquemia silenciosa é uma das condições mais perigosas, devido ao fato do paciente não apresentar dor, podendo inclusive causar um ataque cardíaco sem aviso prévio. Além disso, pessoas que tiveram ataques cardíacos anteriores ou que tiveram diabetes estão especialmente em risco de desenvolver isquemia silenciosa.

Causas

A isquemia cardíaca ocorre quando o fluxo sanguíneo através de uma ou mais de suas artérias coronárias está diminuído. O baixo fluxo sangüíneo diminui a quantidade de oxigênio que o músculo cardíaco recebe.

A isquemia pode se desenvolver lentamente à medida que as artérias ficam bloqueadas ou podem também ocorrer rapidamente quando uma artéria é bloqueada repentinamente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Condições que podem causar isquemia cardíaca incluem:

A dor torácica associada à isquemia cardíaca pode ser desencadeada por:

Fatores de risco

Os principais fatores de risco são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Além disso, se o paciente tem pai ou mãe que morreu com menos de 55 ou 65 anos, respectivamente, por infarto, essa informação chama atenção para predisposição genética.

Sintomas

Sintomas de Isquemia cardíaca

Algumas pessoas que apresentam isquemia não apresentam sinais ou sintomas, como quem sofre com isquemia silenciosa. No entanto, os principais sintomas de isquemia cardíaca são:

Saiba mais: 6 sinais que o corpo dá semanas antes de um infarto

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Buscando ajuda médica

Se o paciente sente dor no peito, falta de ar, sudorese, fala alterada, cansaço para andar, perna fria ou tem suspeita de acidente vascular cerebral (AVC), deve procurar um serviço médico imediatamente.

Diagnóstico e Exames

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar a isquemia são:

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar. Para isquemia, algumas perguntas básicas incluem:

Não hesite em fazer outras perguntas, caso elas ocorram no momento da consulta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Saiba mais: Entenda o que é e conheça os riscos da insuficiência cardíaca

Diagnóstico de Isquemia cardíaca

A isquemia cardíaca é diagnosticada por meio de uma entrevista detalhada sobre o histórico do paciente, mais exames específicos, como eletrocardiograma, teste ergométrico (teste da esteira), ou mais sofisticados, como mapeamento do coração e até cateterismo. Pode-se ainda solicitar tomografia, angiografia dos vasos do cérebro ou ultrassom doppler.

Exames

Os principais exames para diagnosticar a isquemia são:

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Isquemia cardíaca

O tratamento mais frequente é o cateterismo, podendo ser colocado tanto no coração como nos vasos do cérebro, na aorta ou outras grandes artérias, como as que vão para pernas. A mudança de hábitos de vida e adoção de uma rotina saudável é fundamental para o tratamento, pois desacelera o processo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Procedimentos para melhorar o fluxo sanguíneo

Às vezes, o tratamento mais agressivo é necessário para melhorar o fluxo sanguíneo. Procedimentos que podem ajudar incluem:

Medicamentos para Isquemia cardíaca

Os medicamentos para tratar a isquemia cardíaca incluem:

Convivendo (prognóstico)

Isquemia cardíaca tem cura?

O maior objetivo no atendimento do paciente com isquemia aguda, é iniciar o tratamento o mais rápido possível, para preservar o máximo de tecido miocárdico, e consequentemente proporcionar qualidade de vida ao paciente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Complicações possíveis

A isquemia cardíaca pode levar a complicações sérias, incluindo:

Saiba mais: Conheça as 4 doenças do coração que mais matam e como preveni-las

As doenças que mais matam no mundo ocidental são as isquêmicas – infarto e AVC. No Brasil, por ano, 1 milhão de pessoas morrem por essas causas. Desses, 1/3 são por doenças cardiovasculares e, destas, as principais são o infarto e o AVC. Portanto, é essencial que as pessoas se cuidem.

Convivendo/ Prognóstico

Quando o paciente já tem a doença instalada é possível controlar e reduzir os fatores de risco com ótimos medicamentos. Além disso, é imprescindível adotar hábitos de vida mais saudáveis.

Para seguir um estilo de vida saudável para o coração:

Prevenção

Prevenção

Para prevenir a isquemia é preciso:

Referências

(1) Antonio Baruzzi, cardiologista e intensivista do Hospital TotalCor

(2) Nelson Hossne Jr., cirurgião cardíaco.

(3) Pedro Gregorio Mekhitarian, cardiologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo

(4) Mayo Clinic. Disponível em:

(5) American Heart Association. Disponível em: