PUBLICIDADE

Dermatite de contato em bebês: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Dermatite de contato em bebês?

A dermatite de contato, também chamada de eczema de contato se caracteriza por áreas de vermelhidão, ressecamento, fissuras, rachaduras na pele, podendo até sangrar e criar crostas “casquinhas” na pele da área acometida. As lesões incomodam, principalmente pelo fato de arder e coçar muito.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como o próprio nome já diz, é originária de alguma substância que venha a tocar a pele do bebê, devendo ser diferenciada da dermatite atópica, mais comum nas crianças, que causa quadros semelhantes nas dobras da pele, independente de algum contato.

Tipos

A dermatite de contato em bebês pode ser do tipo alérgico ou irritativa. Normalmente a dermatite irritativa arde mais e a alérgica traz mais coceira, mas em bebês, a boa descrição dos sintomas não é possível. Uma boa história, com a descrição dos hábitos dos bebês e familiares pode sugerir, pelo que é mais comum e provável, a etiologia da dermatite.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dermatite irritativa

A dermatite de contato irritativa é o tipo mais comum. Essa reação ocorre quando a pele entra em contato com uma substância que desencadeia irritação por ação direta. Dermatite irritativa deixa a pele seca, vermelha e áspera. Fissuras podem se formar nas mãos. Geralmente há pouca coceira e mais sensação de dor e queimação.

Agentes causadores mais comuns incluem solventes químicos, cosméticos desodorantes com cloreto de alumínio e inseticidas. As regiões mais comumente acometidas são mãos, dedos e face. A gravidade da dermatite de contato irritativa depende do tempo de exposição e da capacidade agressora da substância.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dermatite alérgica

Já a dermatite de contato alérgica ocorre quando uma substância à qual o bebê é sensível (alérgeno) desencadeia uma reação imunológica. Dermatite de contato alérgica produz uma erupção vermelha e às vezes bolhas quando grave. Alérgenos mais comuns incluem borracha natural, metais como níquel, bijuterias, perfumes, cosméticos, tinturas de cabelo e plantas.

Além disso, a criança pode tornar-se sensível a um alérgeno forte, como a hera venenosa, após uma única exposição. Alérgenos mais fracos pode exigir múltiplas exposições ao longo de vários anos para desencadear uma alergia. Depois de desenvolver uma alergia a uma substância específica, no entanto, o bebê vai ser alérgico para a vida toda. A exposição ao mesmo agente, mesmo que em pequena quantidade, vai provavelmente provocar uma reação.

Algumas substâncias podem causar dermatite de contato alérgica somente depois que a criança entrou em contato e, em seguida, se expõe à luz solar (dermatite de contato fotoalérgica). Causas comuns incluem certos ingredientes em protetores solares e algumas pomadas contendo fármacos anti-inflamatórios não-esteróides.

Alguns medicamentos orais, como a hidroclorotiazida, também podem causar uma reação da pele desencadeada pela luz do sol. Esta reação pode ser semelhante à dermatite de contato fotoalérgica, mas é geralmente chamada de "fotossensibilidade". É causada por um mecanismo diferente do que é a dermatite de contato.

Causas

As dermatites dos bebês são geradas por substâncias e objetos colocados nos bebês ou usados pelos cuidadores, que atingem os bebês de forma secundária. Vale lembrar que a pele dos bebês é mais fina, imatura e suscetível a um tipo de problema que não aconteceria com os adultos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dermatite alérgica

A dermatite de contato alérgica nos bebês pode ser causada por alimentos, medicações, borracha, fraldas descartáveis, cosméticos e perfumes (como esmalte), bijuterias, cola de curativos e outros.

Dermatite irritativa

A dermatite de contato irritativa pode ser causada por produtos de higiene profunda, amaciantes e sabões de roupa, produtos químicos de limpeza da casa e até a urina e fezes do bebê em período prolongado na pele.

Fatores de risco

Os fatores de risco são excesso de higiene e higiene com produtos inadequados, uso de tecidos sintéticos, uso de cosméticos para faixas etárias diferentes, falta de hidratação a pele, alterações de temperatura, como o frio intenso (que deixa a pele seca) e calor excessivo (pelo suor).

Sintomas

Sintomas de Dermatite de contato em bebês

Os principais sintomas da dermatite de contato em bebês são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como nos bebês não haverá este relato, deve-se ter atenção para os sinais:

Buscando ajuda médica

Qualquer um dos sinais de dermatite de contato nos bebês sugere a busca de um dermatologista, para tratamento rápido e adequado e para descobrir a verdadeira causa e como evitar o problema. É muito comum os pais se confundirem e se equivocar nas causas e condutas no problema.

Diagnóstico e Exames

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar a dermatite de contato em bebês são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar. Para dermatite de contato em bebês, algumas perguntas básicas incluem:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Não hesite em fazer outras perguntas, caso elas ocorram no momento da consulta.

Diagnóstico de Dermatite de contato em bebês

O diagnóstico basicamente clínico, ou seja, baseado na entrevista com os cuidadores e no exame da pele do bebê. Em casos raros, será feita a biópsia de pele e ou o teste de contato alérgico.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Dermatite de contato em bebês

O tratamento para dermatite de contato em bebês é feito através da hidratação intensiva da pele, uso de produtos e sabonetes de limpeza suaves, uso de antialérgicos (anti-histamínicos) orais e pomadas de corticosteróides. Além disso, é muito importante afastar o fator causal da criança.

Convivendo (prognóstico)

Dermatite de contato em bebês tem cura?

Com o tratamento adequado e afastada a causa, o quadro deve ter melhora rápida e não deve voltar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Complicações possíveis

Além de manchas e feridas na pele, a principal complicação é a infecção secundária, isto é, crescimento de bactérias e surgimento de pus, podendo gerar febre, ínguas ou quadros mais graves.

Convivendo/ Prognóstico

Para conviver melhor com a dermatite de contato em bebês é preciso ter alguns hábitos, como:

Prevenção

Prevenção

Para evitar novas crises o melhor é descobrir a causa e eliminá-la totalmente. Hábitos aconselháveis incluem: limpeza suave com sabonetes tipo “syndet”, hidratação constante e adequada da pele, evitar excesso de produtos químicos e produtos de lavanderia nas roupas e objetos do bebê, evitar uso de cosméticos.