1 pessoa perguntou:

É verdade que cirurgia radical é a única opção para quem tem Câncer da Próstata?

  • Respondido em 25/10/2018
    Dr. Valter Javaroni Urologia - CRM 52575160/RJ
    especialista minha vida
    Olá,

    Nem sempre a cirurgia radical é a melhor opção para tratar o câncer. Na verdade, o grande desafio hoje é conseguir identificar precocemente apenas os tumores que possuem relevância clínica. Isso significa dizer: achar apenas os tumores que se não descobertos iriam crescer e se espalhar prejudicando a vida do homem.}
     

    Quando a biópsia da próstata mostra que a presença do câncer limita-se a menos de 5% dos fragmentos retirados e o grau de agressividade do tumor (estabelecido pelo escore de GLEASON) é baixa e o nível do PSA também é baixo, o homem pode optar em conjunto com seu médico pelo chamado acompanhamento ativo. Nessa modalidade, o paciente repete a biópsia periodicamente para confirmar as informações e não usa outros recursos para curar a doença. Essa seria uma situação onde o tumor é de baixa repercussão clínica e o tratamento agressivo traria mais risco do que benefícios para o homem.

    Além disso, para os homens que têm o diagnóstico de câncer da próstata localizado na glândula e querem tentar a cura, tanto a cirurgia radical quanto a radioterapia conformacional apresentam a mesma eficácia em lograr êxito. Infelizmente também apresentam as mesmas taxas de complicação no que se refere à impotência e incontinência urinária. Costumamos reservar a radioterapia para os casos onde o risco cirúrgico é mais elevado.