PUBLICIDADE

Bolsonaro retira dreno do abdômen e sonda nasogástrica, diz boletim médico

Presidente segue recebendo antibióticos para tratar o quadro de pneumonia

O presidente Jair Bolsonaro retirou o dreno colocado no seu abdômen há quatro dias, assim como a sonda nasogástrica, segundo o divulgado nesta sexta-feira (08/02) pelo Hospital Albert Einstein.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Contudo, ele permanece internado na Unidade de Cuidados Semi-Intensiva do local recebendo o tratamento para combater uma pneumonia bacteriana.

De acordo com o comunicado, Bolsonaro apresentou boa evolução clínica nas últimas 24 horas, continua estável, afebril e sem dor.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Estão sendo mantidas as medidas de prevenção de trombose venosa, sendo realizados exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto", revelaram.

No Twitter, o perfil do presidente publicou uma imagem nesta sexta com ele comendo uma gelatina. Segundo a assessoria do Palácio do Planalto, o presidente dormiu bem e se alimentou de caldo de carne na noite de quinta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Entenda o caso

O presidente Jair Bolsonaro passou por uma cirurgia em 28 de janeiro para a retirada da bolsa de colostomia que foi implantada em setembro passado, após ser esfaqueado durante ato de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais. Saiba mais sobre a reversão da colostomia.

A colostomia temporária feita em Bolsonaro tinha a finalidade de desviar a saída das fezes para uma bolsa coletora enquanto o intestino se recuperava do trauma causado pela lesão, evitando infecções.