PUBLICIDADE

Fratura exposta: descubra o que fazer nesses casos e como tratar

Os cuidados imediatos após a fratura exposta são importantes para evitar graves infecções. Veja o que fazer

O que vem à sua cabeça quando você pensa em fratura exposta? Muito provavelmente, deve ser aquela ideia de alguma parte do corpo com um osso quebrado saindo para fora da pele. Urgh! E, sim, pode ser desse jeito mesmo, entretanto, em muitos casos a imagem é bem diferente, mas os cuidados devem ser igualmente rigorosos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"A fratura exposta acontece quando o foco da fratura tem alguma comunicação com o meio externo, quando a parte interna tem uma comunicação com o ar ambiente, mesmo que minimamente, já é definida como exposta. Você não precisa ver o osso, uma simples pancada no dedo do pé que gera uma lesão na pele já é classificada como fratura exposta", explica o ortopedista Bruno Rabello.

Os riscos desse tipo de fratura são altíssimos e o tamanho da área exposta pode determinar as chances de infecção. "O tamanho da exposição interfere com o resultado final, mas pode haver uma fratura com um ferimento de meio centímetro, havendo o ferimento, por menor que seja, já muda a conduta médica, pois isso aumenta a chance de ocorrer uma infecção, que é a maior preocupação do ortopedista", comenta Guilherme Garofo, ortopedista do Instituto Vita.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como identificar uma fratura exposta

Todo mundo já bateu o dedinho em algum lugar, fechou a porta em cima da mão, martelou o próprio dedo. Todos esses casos podem gerar algum grau de fratura exposta e vale a visita ao ortopedista para checar se está tudo bem. "Se houver uma infecção e não entrar com antibiótico logo, a pessoa fica vulnerável à bactérias, o que pode gerar um grande problema", explica Rabello.

"Pessoas que pisam em pregos, por exemplo, se preocupam mais com a chance de tétano, mas uma infecção que entra pela pele pode penetrar até no osso, então é preciso ter muito cuidado com a pele. Mais importante que a fratura é a infecção", completa ele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Primeiros socorros de uma fratura exposta

Veja o que fazer em casos de fratura exposta, para evitar contaminações na ferida e maiores complicações:

O que não fazer de jeito nenhum em casos de fratura exposta