Consultas ao pediatra: frequência varia conforme idade do bebê

Primeira visita para esclarecer dúvidas pode acontecer ainda durante a gravidez

Exame de gravidez positivo. Todas as dúvidas do mundo! Preocupações e pensamentos: como garantir uma vida saudável para o bebê, dentro e fora da barriga? Pensando nisso, vamos organizar as ideias e esclarecer os questionamentos sobre o acompanhamento pediátrico do seu bebê.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Lembre-se: em situações emergenciais, os pais não devem esperar o dia da consulta para contatar o pediatra.

Considero muito importante que a primeira consulta com o pediatra deva acontecer antes mesmo de o bebê nascer, para que informações importantes possam ser repassadas aos pais e, assim, transmitir segurança sobre os cuidados do seu/sua filho (a), principalmente nos primeiros dias de vida. E também orientar os pais sobre o que é ou não mais adequado para os recém-nascidos.

Depois do nascimento, o bebê deve ser levado ao pediatra até completar 15 dias de vida. Os pais devem agendar a visita para que possa ser feita uma primeira avaliação, onde receberão informações importantes, como a aceitação do leite materno, o peso ideal do bebê, entre outras questões.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Após a primeira visita, as consultas são mensais, até que a criança complete 1 ano de idade. Neste primeiro ano é fundamental acompanhar o desenvolvimento físico e mental do bebê. Assim, será possível detectar qualquer problema precoce de saúde. A partir do segundo ano as visitas serão trimestrais e, entre os três e seis anos de idade, semestrais. A partir dos sete anos de idade, as consultas devem ser anuais, desde que o pacientezinho esteja em bom estado de saúde.

Nas consultas são feitos esclarecimentos das diversas dúvidas dos pais em diferentes tempos das crianças, avaliações de adaptações do bebê ao mundo novo, acompanhamento do crescimento, peso, orientações sobre vacinação, introdução de novos alimentos, como papinhas e frutas, desmame e retirada de fraldas. Além do esclarecimento de dúvidas dos pais sobre a rotina alimentar, são dadas também orientações sobre como proteger o bebê de afecções dos diversos órgãos, como o sistema respiratório e digestivo da criança.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As dúvidas mais frequentes que as mães trazem ao consultório são:

Lembre-se: em situações emergenciais, os pais não devem esperar o dia da consulta para contatar o pediatra. Casos urgentes requerem uma avaliação do pediatra o mais rápido possível, para analisar a necessidade ou não da realização de exames e outras investigações do problema apresentado.