PUBLICIDADE

Como fazer a higiene íntima do bebê

Os genitais da criança são mais sensíveis e pedem cuidado especial no banho e troca de fraldas

Os bebês são tão frágeis quanto parecem! A pele é mais sensível e pede diversos cuidados, inclusive na hora do banho. "Toda a pele do bebê é mais fina e, portanto, mais sensível que a dos adultos. O mesmo vale para a região genital", considera o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, da Sociedade Brasileira de Pediatria e da MBA Pediatria.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por isso mesmo, a higiene íntima do bebê deve ser diferenciada. É preciso achar a medida: limpar de forma delicada, mas sem ter medo de eliminar toda a sujeira. "A falta de limpeza, ou fazê-la sem os devidos cuidados de higiene pode permitir que a urina e as fezes ajam sobre a região, provocando processos inflamatórios locais que, além de serem muito doloridos, podem evoluir para infecções", comenta o especialista.

Difícil conseguir esse equilíbrio? Separamos algumas dicas para você fazer a higiene íntima do seu bebê sem riscos e garantir a saúde do pequeno desde cedo!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cuidados gerais do banho

Bebê na banheira - Foto: Getty Images

Dar banho pode ser muito assustador quando o bebê é pequeno. O mais importante nessa hora é acertar nos itens utilizados. "A temperatura da água deve estar entre 36,5 e 37,5 °C e prefira usar os produtos que o pediatra indicar, normalmente os sabonetes neutros e xampus os mais hipoalergênicos possíveis", ensina o pediatra Marcelo Reibscheid, médico do Hospital e Maternidade São Luiz. Uma dica boa é evitar sabonetes perfumados, já que esses produtos tem maior potencial para causar alergias.

Menina: cuidados no banho

Menina no banho - Foto: Getty Images

Os pais não podem ter medo de fazer a higiene da garota: tão importante quanto higienizar a parte externa da vulva é limpar também dentro dos grandes lábios. "Como o órgão da menina é interno, é mais fácil ter fezes escondidas", comenta Reibscheid. "Se os detritos se acumularem, pode ocorrer um processo inflamatório que resulta na fusão dos grandes lábios devido a uma fibrose", conclui o especialista. O processo é reversível, mas pode muito bem ser evitado. É comum que as meninas tenham a chamada pseudomenstruação, ou seja, soltem um pouco de sangue, não se assuste. Elas também podem ter um corrimento amarelo clarinho.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para fazer essa higiene da forma correta, utilize água e sabonete neutro, e passe um algodão umedecido em toda a região. Não introduza uma haste flexível na vagina da menina, isso pode até romper seu hímen. Se preferir usar esse instrumento, limite-o apenas a região da vulva e dos grandes lábios. Não é indicado usar sabonete íntimo, que normalmente só é recomendado a partir dos 8 a 10 anos, sob orientação do pediatra.

Menino: cuidados com o pênis no banho

Menino no banho - Foto: Getty Images

Ao contrário dos adultos, os bebês tem uma pele que reveste a ponta do pênis. "A grande maioria dos meninos nasce com a glande coberta pelo prepúcio", explica o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, da Sociedade Brasileira de Pediatria e da MBA Pediatria. Ela não pode ser movida na hora de lavar, o que na verdade torna essa higienização até mais simples. "A tendência normal é que quase todos apresentem uma exposição da glande no máximo até os 12 anos, mas normalmente enquanto ainda são pequenos", finaliza o especialista. O pediatra normalmente acompanha a evolução dessa pele, para ver quando ela se soltará.

Quando a glande finalmente se tornar exposta, é preciso ter um cuidado maior na sua higienização. "Tenta-se uma pequena abertura do prepúcio, sem forçar e, se houver secreção no local, retirá-la passando levemente um pano ou algodão embebido em água ou óleo neutro", descreve Sylvio Renan.

Menino: cuidado com o saco escrotal no banho

Menino no banho - Foto: Getty Images

O saco escrotal não precisa de tanto cuidados assim, mas não deve ser negligenciado. "Uma das 'assaduras' mais comuns no menino ocorre logo abaixo da bolsa escrotal, pela presença de fezes na região não percebida pelos pais", considera o pediatra Sylvio Renan de Barros. Portanto, limpe todo seu entorno e o levante para higienizar a parte de baixo, e não deixar nenhum resíduo de fezes, que pode ser acumular ali pois as do bebê são mais líquidas que as do adulto.

Cuidados gerais da troca de fraldas

Pai trocando as fraldas do bebê - Foto: Getty Images

É preciso limpar muito bem o bebê ao trocar as fraldas, tendo ele feito xixi ou cocô. E o melhor material para isso é algodão com água limpa e morna. "Os lenços umedecidos não são proibidos, até falo que os pais podem usar quando saem com o bebê, mas evite o uso excessivo, pois pode causar irritação e alergias", ensina Reibscheid. Pomada para assaduras é outra questão de depende do pediatra. Alguns indicam o uso de óleo de amêndoa, outros recomendam pomadas sem medicamentos, que sirvam apenas como uma camada protetora para pele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Menina: cuidados na troca de fraldas

Mãe trocando a fralda da filha - Foto: Getty Images

A limpeza da menina durante a troca de fraldas merece o mesmo tipo de cuidado do que a hora do banho: sempre limpar dentro dos grandes lábios, para evitar o acúmulo de fezes lá dentro, mas sem invadir o canal vaginal! Outro detalhe importante está no sentido da limpeza: "ela deve ser feita sempre da vagina para o ânus, igual na higiene da mulher, para evitar contaminações na genitália e infecções urinárias", salienta o pediatra Reibscheid. Isso porque a uretra da mulher é mais curta do que a do homem, e as das pequenas são mais curtas ainda! "Por isso, a infecção urinária é mais frequente em meninas que em meninos", considera Sylvio Renan de Barros.

Menino: cuidados na troca de fraldas

Pai trocando a fralda do filho - Foto: Getty Images

No menino, os cuidados também são semelhantes ao banho também: enquanto o prepúcio está firme sobre a glande, não forçar para puxá-lo, e quando ele se soltar, limpar dentro também. O saco escrotal também precisa de cuidado, evitando irritações no tecido abaixo dele. Vale ressaltar que o sentido de limpeza também é do pênis para o ânus, para que as bactérias de um não vão para o outro, mesmo que as infecções urinárias sejam mais frequentes nas meninas. E não esqueça que os meninos podem urinar enquanto você está fazendo a troca de fraldas, por isso vale cobrir o pênis com um paninho.

3kovra.com.ua

www.cialis-viagra.com.ua

защита двигателя ауди