Substitua os petiscos da praia por pratos saudáveis

Além de calóricos, eles podem fazer mal à saúde

POR ANA PAULA DE ARAUJO - ATUALIZADO EM 03/01/2017

Passar o dia inteiro na praia pode ser uma delícia, mas nos preocupamos tanto com a diversão e o descanso que a alimentação acaba sendo deixada de lado. Quando a fome aperta, a primeira ocorrência é o vendedor ambulante, com o isopor cheio de alimentos que, além de calóricos, podem causar um prejuízo danado à sua saúde. "Os petiscos vendidos na praia podem oferecer risco à saúde, principalmente os que são feitos sem higiene", afirma a nutricionista Gabriela Marcelino, da Congelados da Sônia, no Rio de Janeiro.

Ela conta que alimentos à base de proteínas, por exemplo, precisam permanecer em uma temperatura adequada para não estragar. "Na praia, é legal você levar algo de casa, preparado com higiene e conservado na geladeira até a hora de sair. Para transportar, deve-se levar tudo dentro de uma bolsa isotérmica", aconselha a nutricionista. Confira as substituições mais saudáveis para os famosos petiscos de praia.

1. Queijo coalho

Esse tipo de queijo, além de ser calórico, deve ser mantido em temperatura de refrigeração - o que, na praia, fica difícil. "Cada 100g dele contém 343 kcal. Mas não é só a caloria que preocupa nesse petisco, a quantidade de sódio também é alta", diz a nutricionista Gabriela Marcelino.

2. Substitua por: queijos pasteurizados.

Aproveite a sua bolsa térmica para carregar consigo queijos pasteurizados UHT, aqueles vendidos em embalagens individuais. "Além de práticos, não necessitam refrigeração e contêm menos sódio", diz Gabriela.